Publicado por: Igor Santos | 11/12/2013

Como limpar seu fogão e/ou forno


Após muito tempo deixado de lado (além de outras mudanças na minha vida, deixei de morar só devido ao expediente de ter contraído matrimônio em 2011), apesar dos constantes lembretes dos comentaristas que jamais pararam de visitar este blog (o que só aumentava meu sentimento de culpa), o Dicas caseiras para quem mora só retorna com o horror d@s don@s-de-casa solitári@s: o que fazer com o fogão sujo?

boca de fogão imunda

O pior de tudo é que, quanto mais tempo você deixa, mais a sujeira frita e tenta virar parte da decoração.

Obviamente não podemos simplesmente jogá-lo no lixo (o principal motivo sendo que ele não caberia na lata e aqueles sacos de supermercado que você usa como sacos de lixo não são adequados para objetos hexaédricos tão cheios de pontas afiadas) e, talvez ainda mais obviamente, sua falta de prática com tal instrumento[1] é como um Certificado ISO 9000 de que ele esteja incrivelmente sujo.

No mercado existem inúmeros produtos que prometem limpar seu fogão. Sendo que nenhum deles é barato e, menos ainda, é uma pessoa que vai lá limpar no seu lugar. Então, já que você vai ter que por a mão na massa mesmo (no meu blog de comida tem umas receitas boas e fáceis, inclusive de pão), por que gastar[2] mais do que o mínimo necessário?
Eu já vi receitas de limpeza que vão de soda cáustica caseira (não poderia recomendar algo tão pouco quanto tentar fazer soda cáustica em casa) até formão e martelo. E tem até quem “limpe” a sujeira com ketchup, mas na minha casa nós respeitamos as leis da termodinâmica não gostamos de ter trabalho dobrado, então eu vou direto pro truque centenário da água + sabão + tempo.

Clique aqui para continuar aprendendo a limpar seu fogão

Publicado por: Igor Santos | 25/04/2011

Como limpar o forno de micro-ondas


Se você mora só é bastante provável que seu eletrodoméstico favorito (depois da geladeira) seja o forno de micro-ondas.
Se faz pouco tempo que você mora só é ainda mais provável que seu micro-ondas esteja imundo.
Por ele ser seu favorito e continuar sendo usado com frequência, é certeza que ele vai ficar cada vez mais sujo com um tipo de sujeira cada vez mais difícil de sair, o que só lhe dá mais preguiça de limpar, mas não de continuar usando. E eis que o círculo vicioso começa.

Se o seu já está escorrendo sujeira assim, por favor pare e repense sua rotina.

Não me entenda mal, eu não só entendo como apoio e até incentivo sua decisão em usar o micro-ondas para tudo, desde esquentar o Miojo até requentar o resto da pizza, no entanto perceba que, depois de algumas semanas, tudo que entrar no aparelho vai sair com o mesmo gosto de molho de tomate com pipoca, ambos queimados.
Considerando que seus dotes culinários não devem ser o padrão pelo qual toda perfeição gastronômica é medida, por que aumentar o desprazer durante suas parcas refeições ingerindo os fantasmas dos alimentos passados?

Clique aqui para aprender como se livrar dos sabores do passado

Publicado por: Igor Santos | 27/09/2010

Os móveis de quem mora só


Você precisa de um lugar para dormir, em primeiro lugar.
Se seu novo lar é pouco mais que um quartinho, pregue uns armadores (se eles já não existirem) e arme uma rede.
Quando precisar de espaço, é só enrolá-la.
Caso não saiba dormir de rede, e ainda precisa de espaço, arrume um colchão que pode ser encostado na parede quando espaço for requerido para atividades extra-sono.
Mas, se houver espaço, uma cama completa é imbatível.

mesa de computador

Quanto mais andares, melhor.

Você vai precisar de um lugar para estudar/trabalhar/procrastinar/ler este blogue, então arranje uma mesa. O tipo ideal é aquela que tem mais de um andar, possibilitando melhor empilhamento dos seus papéis fora do chão e ao fácil alcance das mãos.

Nunca se sente numa cadeira normal, daquelas de sala de jantar (ou das de plástico moldado que são tão seguras quanto promessa de político). Procure uma com rodinhas ou, no mínimo dos mínimos, uma com regulagem de altura.
Por nenhum motivo senão estético. Você não quer a sua casa com aspecto de puxadinho, né?

Eu poderia dizer que suas costas vão lhe agradecer, mas você ainda é deveras jovem para ter problemas de coluna por se sentar feito uma figura cubista à mesa de estudo. Nada que alguns anos de RPG após os 40 não remedeie.

Clique aqui para continuar lendo sobre os móveis ideais

Publicado por: Igor Santos | 21/06/2010

Como tirar cheiro de fumaça da roupa


Essa dica é provavelmente a mais curta que darei por aqui mas que pode salvar várias pessoas das garras ensaboadas das lavanderias especializadas. Apesar de ser também uma das mais simples, descrevo aqui após constatar que, aparentemente, pouca gente conhece (e também a pedidos, aproveitando a época do ano).

Considerando que a maioria das pessoas que chega em casa de um arraiá[1] invariavelmente estará podre a fumaça de fogueira já bem tarde da noite, lavar roupa não é a primeira opção na lista de atividades para as próximas oito horas.
Então, como fazer para que a roupa não fique irremediavelmente impregnada com o cheiro da festa mais quente e perigosa do ano?

Aeração.

Moléculas voláteis com cheiro de madeira queimando são dissolvidas na umidade do tecido e lá ficam até que se volatizem novamente ou sejam mecanicamente removidas com água e quimicamente desmanchadas por sabão.
Ou não. Essa explicação que eu inventei ficou muito boa para ser desperdiçada.

De todo jeito, minha observações empíricas me disseram que por mais grosso que seja um terno ou por mais camadas que um vestido tenha, deixar a roupa estendida num cabide tomando uma brisa enquanto você dorme é a melhor maneira de se livrar daquele aroma multirrepetitivo de pirólise orgânica (ou hidrocarbonetos aromáticos policíclicos para quem não vive sozinho há tanto tempo).[2] E bem mais barato que mandar para a roubanlavanderia.
Se possível, deixe abertas todas as janelas do carro para não defumar os bancos.

Fogueira de São João

Eu lembro dessa festa...

Caso prefira não tomar um banho tradicional tão tarde, vá direto para a cama e tome o tão popular “banho onírico”, onde quem acordam sujos são os lençóis e fronhas.
Que podem facilmente serem aerados durante o dia. Afinal, não são só os hidrocarbonetos que podem ser policíclicos.

Cabelo não. Cabelo tem que lavar mesmo.


[1] – Eu poderia dizer que a dica serve também para quem chegou em casa de um bar esfumaçado, mas felizmente eles se tornam mais raros a cada dia.
[2] – É, eu expliquei a piada. Me processem.

Publicado por: Igor Santos | 10/06/2010

Como tirar cola de adesivos


Esta dica é uma das mais requisitadas aqui. Então vamos à ela.

O método para retirada de resíduos de cola usada em fita isolante, fita crepe, durex, rótulos de vidros de azeitona, decalques, películas escuras para janelas, adesivos da rádio de pagode no parabrisa do carro, etiquetas de identificação de propriedade do antigo dono dos seus livros e etc deve se adequar ao tipo de superfície tanto quanto ao tipo da cola, levando-se em consideração suas características e propriedades físicas.

rótulo mal tirado

Dá para descolar sem rasgar usando bastante paciência, mas geralmente ela acaba no meio do caminho...


Exemplificando: você pode usar água fervente para amolecer a cola do rótulo de um vidro de conserva (por favor, nunca jogue esses vidros com tampa fora, eles são extremamente úteis), porém eu não recomendaria a mesma solução para se livrar daquele restinho de cola que o Insulfilm deixa nos vidros do carro.
Nem para alguns recipientes plásticos mais frágeis.

(É difícil achar informações adequadas e confiáveis sobre interações entre adesivos e diferentes materiais, logo tudo que eu digo aqui é resultado de pesquisas in loco, experimentos caseiros, empiricismo meu e fruto de informações conseguidas ao longo dos anos.)

Clique aqui e veja os métodos recomendados para se livrar de restos indesejados de cola

Publicado por: Igor Santos | 02/06/2010

Transporte


Em primeiro lugar, nunca rejeite uma carona.

Pegue carona sempre que possível, mas tenha sempre um plano B para o caso do caroneiro ter que ir ao médico antes do trabalho ou simplesmente não vá trabalhar naquele dia (supondo que você está sendo levado por alguém que está indo também ao trabalho).

O ideal seria alguém que trabalha com você e é seu vizinho de porta, mas como isso não ocorre tanto quanto gostaríamos, temos que pesar aspectos diferentes e escolher a melhor opção.

Vá sempre de carona, mas evite exageros.

Vá sempre de carona, mas evite exageros.

Dê preferência a alguém que mantenha uma certa constância de horário.
Isso é essencial porque você pode se programar melhor e, depois de cinco minutos de atraso do horário usual, você pode ligar e perguntar “oxente, cadê você?” sem constrangimentos.

Um motorista que não precisa sair de seu caminho para ajudar pobres pedestres como você (porque mesmo que você compre um carro, o que eu recomendo grandemente que você não faça, economize seu dinheiro e vá de carona) é sempre um motorista mais feliz em ajudar.

Clique aqui e veja como garantir sempre uma carona

Publicado por: Igor Santos | 24/05/2010

Cozinhando


Você mora só, o que pode significar que você tem pouco dinheiro para gastar em outras coisas.
Restaurantes, por exemplo.

Como assim ‘pode significar’?” Se é isso que você está pensando, este texto é para você.

Cozinhando a chaleira

Cozinhando a chaleira

Antes de começar, se certifique de que sua chaleira é grande o suficiente para tampar sua panela favorita. Como você mora só e muito provavelmente só cozinha para um, não creio que tenha calderões e panelas muito grandes, então qualquer chaleira decente serve.
Mas por favor, meça antes de incluir a comida.

Clique aqui para continuar cozinhando

Publicado por: Igor Santos | 17/05/2010

Panelas


Sim, porque comer em casa é mais barato (dá trabalho, mas custa menos).

Via de regra, quanto mais pesada a panela, melhor ela é (a menor das vantagens é maior resistência contra deformação por manuseio alvoroçado, que faz que com elas percam o formato do fundo e fiquem sambando no fogão enquanto são aquecidas).

panelas

Panela velha é que faz comida há mais tempo.

Panelas caras duram mais (quando bem tratadas), que faz com que o preço se dilua com o decorrer do tempo.
Todavia, se você está apenas temporariamente sozinho (fazendo um curso de um ano no exterior, por exemplo), compre panelas vagabundas mesmo, que podem ser jogadas fora sem remorso quando você estiver arrumando as malas para voltar.

Panelas pretas não são o mesmo que panelas antiaderentes e “antiaderente” não é o mesmo que Teflon.
Algumas panelas são tingidas de preto para enganar os calouros que acham que a cor se relaciona com a pregacidade do material, mas não é bem assim.
As panelas com material antiaderente têm “Panela Antiaderente” escrito na embalagem, mas nem sempre o material é resistente o suficiente para durar dois fogos e duas lavagens.
Teflon é uma marca registrada da DuPont e é o material mais antiaderente conhecido atualmente, logo, uma panela com esse material vai ter Teflon® em letras tão grandes e em tantos lugares que vai obscurecer até o logotipo e o nome da marca.

Mas, estatistica e empiricamente, posso afirmar que você não tem uma panela antiaderente e deixou o bife tempo demais no fogo. Sua panela agora está com o fundo preto e queimado.
Mas calma, tem jeito. Às vezes.

Clique aqui para continuar lendo minhas dicas sobre panelas

Publicado por: Igor Santos | 10/05/2010

Evite poeira


Pura verdade: se houver alguma construção no seu bairro, sua casa vai ter poeira.
Principalmente porque não se constróem mais casas, apenas edifícios, e poeira segue a Lei do Quadrado da Distância, implicando que um prédio de três andares vai espalhar poeira por cem metros, enquanto um de seis tem alcance de quatrocentos metros (ou algo assim).

Isso somado ao fato de que poeira é composta primariamente de pele morta descamada (dado totalmente controverso, mas o blogue científico é outro) a torna um ser onipresente (na minha casa eu já encontrei poeira dentro de uma charuteira fechada que estava em um armário com porta numa sala que raramente é aberta) e seu lar vai sempre estar cheio dela (outra daquelas Leis Fundamentais).

Mas há como disfarçar e evitar a fadiga (o velho método Varrer Para Debaixo do Tapete).

Cubra todos os móveis com lençóis e toalhas velhos, só descobrindo-os se for receber visitas. Assim você não precisa ficar limpando poeira do sofá de quando em quando e sua casa parecerá sempre limpa e arrumada os olhos dos visitantes (desde que você tire os panos com antecedência).

Clique aqui para ler o resto, caso necessite retirar a poeira

Publicado por: Igor Santos | 03/05/2010

Toalhas limpas por mais tempo


Lavar roupa é um dos maiores problemas enfrentados por quem mora só.

A não ser que você possua uma máquina de lavar e um lugar onde a roupa possa secar inobtrusamente, o que torna o meu argumento inválido e este artigo inútil.

Mas como essa situação não ocorre com muita frequência, deixe-me acabar de escrever.

Muito fino, muito perto da parede.

Clássico

Suponhamos que estamos começando com uma toalha limpa (de tão limpa até dobrada ela estava).
Você toma banho (quando acorda, quando chega do trabalho, da academia, tanto faz; banho é um mecanismo de retorno à condição inicial) e se enxuga.

O que faz com a toalha?
E fazendo isso que você faz, quanto tempo ela dura antes de precisar ser lavada com urgência enquanto todas as janelas ficam abertas para arejar a casa numa tentativa de tirar a catinga que ela produziu?

Pois bem, vamos estender esse tempo estendendo a toalha.
Mas não de qualquer jeito! Ah, não!

Clique aqui e veja como manter sua toalha sempre limpa

Older Posts »

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 525 outros seguidores