Publicado por: Igor Santos | 05/04/2010

Cópia da chave


Supondo que você saiu de casa, o último lugar onde você quer ter uma cópia da chave do seu novo lar é no chaveiro do carro dos seus pais.

Mais importante que isso, só cinco disso

Mais importante que isso, só cinco disso

É completamente entendível que eles entrem sem avisar e ainda mais compreensível que você não queira sequer cogitar a idéia disso acontecer, pois ser surpreendido cozinhando salsichas ao Molho de Restos Comestíveis enquanto se dança a macarena vestindo nada além de meias e chapéu é péssimo. Não que eu já tenha passado por isso (não sou de dançar).

Porém, perder o único meio de abrir as portas do seu ninho é também muito ruim, mas há mais de uma maneira de contornar esse problema:

1 – Não perca suas chaves
Autoexplicativo, mas nem sempre tão fácil de praticar.
Pior que perder as chaves é perder seu chaveiro favorito (o meu é uma esfera de aço, pouco maior que uma bola de pingue-pongue, pendurado numa corrente).


2 – Faça cópias
Uma cópia custa em torno de três reais e eu recomendo que você faça pelo menos quatro delas.
Pode parecer muita chave, mas eu explico: todas elas seguirão o seu exemplo e permanecerão solitárias (ou seja, nada de chaveiro).

Uma deve morar permanentemente na sua carteira/bolsa, pois uma chave nua é bem fina e pouco intrusiva, não ocupando espaço suficiente para que seja notada. Se você perder o chaveiro e não perder os documentos, ainda pode entrar em casa.

Outra deve permanecer no seu local de trabalho (se este for fixo, senão são três contos que você não precisa gastar), dentro de uma gaveta ou na mesa, mas nunca em local visível que possa despertar o interesse daquele seu colega que você sabe que é bandido e que vai aproveitar qualquer oportunidade para invadir sua casa e plantar provas incriminatórias em seu banheiro.
Puxe, discretamente, uma gaveta até ela sair do móvel e cole sua chave atrás dela, do lado de fora (a chave vai ficar entre a gaveta fechada e o móvel), de um jeito que dê na vista se alguém for fuçar ou tentar recolhê-la. Para isso você pode usar fita isolante.
Se gavetas não estão disponíveis, use uma gota de supercola na cabeça da chave e a fixe embaixo da mesa, o mais longe possível das bordas (se a mesa está encostada numa parede, o mais perto possível desta) ou em qualquer outro lugar que seja invisível para os ignorantes (atrás de um quadro, dentro de um lustre, num jarro de planta).
Se você dispõe de um armário ou gaveta com tranca, ignore este parágrafo.

Eu já morei com um cara que ligou para mim no meio da tarde pedindo para eu ir abrir a porta, pois ele não conseguia achar sua chave e não tinha como sair de casa. E isso não é difícil acontecer.
Portanto, tenha sempre uma cópia dentro de casa, num lugar visível e fixo, para que numa eventualidade você saiba que pode sair sem problemas. Por exemplo, durante um apagão no meio da noite que o impossibilite de achar seu chaveiro que você não lembra onde largou.
A minha cópia interna fica sempre na fechadura, o que nunca me impediu de abrir a porta por fora, como alguns dizem “ser batata”.

Essa foi feita na Alemanha!

Essa foi feita na Alemanha!

A quarta e derradeira cópia vai ficar do lado de fora de tudo, de preferência no meio da rua.
Como sua chave não tem identificação, se um estranho achar não vai saber que é da porta da sua casa, principalmente se você seguir meu conselho e guardar a chave longe de onde você mora, pelo menos a uma esquina de distância.
Bata um prego num galho da árvore do quarteirão vizinho e pendure lá a sua cópia (quanto mais escura for a noite, melhor, para que não saibam quem você é). Esconda entre o muro e a calçada daquela casa abandonada duas ruas abaixo da sua (ou em cima do muro, entre os pregos antiladrão). Cole no alto do umbral da porta do seu vizinho do primeiro andar (desde que esse não seja também o seu andar).

Improvise, ache um lugar que você sabe que não vai ser perturbado nos próximos seis meses e esconda sua chave lá (novamente, sem identificação alguma, não facilite). No dia que você chegar em casa antes das suas calças (onde estavam seu chaveiro e sua carteira) e só conseguir uma razoável noite de sono por causa dessa cópia escondida no meio da rua, lembre-se de, no outro dia quando a ressaca passar, me ligar e agradecer.

Anúncios

Responses

  1. Em vez de ir num “lugar escuro, secreto, numa árvore”, etc, etc, é muito menos filme de Magiver deixar uma cópia das chaves com um amigo de sua confiança! Eu fiz isso e deu certíssimo!

    • Mas amigo não está disponível 24 horas por dia e pode viajar vez por outra.
      É uma boa opção mas é sempre bom ter um estepe confiável.

  2. Rapaz, dica realmente boa essa das chaves. Eu não moro só e já sofri bastante com isso.

    P.S.: Fonte branca com fundo preto é triste.

    • Não sei do que você está falando…

      • Oi Igor!! Muito bacana a sua idéia… Adorei !!!

  3. bom mesmo uma no chaveiro,outra na bolsa,outra em casa,outra no serviço e outra no bolso (da roupa).assim nao da para perder.

    • A não ser que você chegue nua em casa.

      • kkkkkkkkkk

  4. blog bom demais! vou morar só próximo mês e essa dica é fortíssima! vou esconder minha chave no cemitério kkkk

    • Desde que o cemitério seja perto da sua casa e aberto 24h, não vejo problemas.

  5. Mt boa as dicas,n tem como esquecer as chaves em lugar algum,ate logo’

  6. Coloquei uma na minha santa mãe e outra com uma bolinha de “Durepox” na parte maior colada embaixo da lixeira de calçada de um vizinho. Show!!!

    • Shh.. não diga isso a ninguém (só em caso de emergência).

  7. CARA… eu nunca pensei q chaves aram tão importantes kkk
    esse comentário do cemitério foi show caraca d+ kkkkkk

    minha opinião é o seguinte : BOTA uma em casa ; outra onde cê trabalha e outra colada no mamilo …. e outra colada no caderno da escola ( faculdade )… só !!!

    • Se você tiver um piercing no mamilo, pode usar até como chaveiro.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: