Publicado por: Igor Santos | 02/06/2010

Transporte


Em primeiro lugar, nunca rejeite uma carona.

Pegue carona sempre que possível, mas tenha sempre um plano B para o caso do caroneiro ter que ir ao médico antes do trabalho ou simplesmente não vá trabalhar naquele dia (supondo que você está sendo levado por alguém que está indo também ao trabalho).

O ideal seria alguém que trabalha com você e é seu vizinho de porta, mas como isso não ocorre tanto quanto gostaríamos, temos que pesar aspectos diferentes e escolher a melhor opção.

Vá sempre de carona, mas evite exageros.

Vá sempre de carona, mas evite exageros.

Dê preferência a alguém que mantenha uma certa constância de horário.
Isso é essencial porque você pode se programar melhor e, depois de cinco minutos de atraso do horário usual, você pode ligar e perguntar “oxente, cadê você?” sem constrangimentos.

Um motorista que não precisa sair de seu caminho para ajudar pobres pedestres como você (porque mesmo que você compre um carro, o que eu recomendo grandemente que você não faça, economize seu dinheiro e vá de carona) é sempre um motorista mais feliz em ajudar.


Se você mora no caminho que um de seus colegas já toma todo dia para ir trabalhar, você já tem um candidato ótimo.
Mesmo que esse caminho fique a duas ruas da sua.
É melhor andar quatrocentos metros e ir de graça do que gastar dinheiro com coletivos desnecessários.

Se o seu vizinho de porta passa mais ou menos perto do seu local de trabalho (respeitando o limite de duas ruas do exemplo anterior), vá com ele. É ainda melhor que pegar carona com um colega que more longe, porque a menor distância inicial diminui consideravelmente a sua ansiedade. E um cidadão menos neurótico é um trabalhador mais saudável.

É muito pouco provável que o caronista (aquele que dirige o carro. Você é o caroneiro) ligue com antecedência avisando que não vai poder lhe transportar, especialmente se ele precisar sair mais cedo.

Se você deu atenção ao meu conselho acima e escolheu alguém beirando o comportamento obsessivo-compulsivo em relação a horários, ao primeiro sinal de atraso, ligue e peça satisfações.

Alternativamente, se seu caronista é seu vizinho e você, pelas informações adquiridas via janela do quarto (através de onde você só olha para se certificar da segurança do casal vizinho que construiu um muro baixo demais e que pode ser facilmente transposto com ajuda apenas de um banquinho como aquele sobre o qual você se apóia no momento do voyeurismo em que se certifica de que tudo está bem com o casal) já sabe que ele não vai trabalhar, use a campanhia e economize créditos (na ponta do lápis, ter um telefone fixo + celular não compensa; dê preferência ao segundo).

Agora, ao plano B.

Antecipadamente, saiba os horários sugeridos de algum coletivo que passe próximo ao seu lar e ao seu local de trabalho e tenha sempre num cinzeiro o dinheiro já trocado para a eventualidade de precisar pegar um ônibus/trem/bonde/balsa com urgência.

Eu digo “cinzeiro” como um resquício do anos 90 que por não ver um cigarro em décadas perdeu sua utilidade inicial. Mas pode ser qualquer coisa, desde que seja de fácil acesso e NUNCA seja mudado de lugar.
A hora de sair não é o melhor momento para ficar procurando suas coisas, especialmente que você já perdeu o horário.

Tipo errado de carona.

Tipo errado de carona.

Com a antecipação de horários e a certeza do momento em que seu motorista deveria chegar, você pode chegar não-tão tarde demais e evitar uma bronca muito severa do seu chefe pelo quinto atraso consecutivo.

E você ainda tem um pretexto ótimo: sempre que possível, desfarrape sua desculpa dando uma mão de tinta verde nela e use o trunfo de “pego carona para proteger o meio ambiente. Você vai brigar comigo porque eu quero um lugar melhor para os nossos filhos?” É tiro e queda!
Especialmente se você deixar escorrer uma lágrima. Treine em casa.

Em último caso, como recurso final, chame um táxi.
Eu sei, dói no bolso, mas é melhor que levar a terceira advertência em uma semana.

Anúncios

Responses

  1. Poderia retirar a foto final do post?
    gostaria q as pessoas não tivessem o problema q eu estou tendo para dormir e sonhar com ela.
    Obrigado

  2. Poderia retirar a minha foto do final do post? Gostaria de não causar problemas de sono em outros leitores.

  3. sacanagem isso de fazer piada com a cara de mário… duvido que você achasse bom se fosse o contrário, ainda mais considerando o deboche dos outros que sequer pensam na situação do cara… ninguém tem culpa de nascer doente, sabiam?


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: